DestaqueGoiâniaGoiásImprensaNotíciasUropediatra GoiâniaUropediatria Goiânia

Fiquem atentos aos sintomas de infecção urinária em crianças

Infecção urinária é um dos problemas mais comum em crianças, inicialmente mais comum nos meninos, depois fica mais prevalente nas meninas.

 

Os pais devem ficar atentos a uma série de sintomas que podem indicar infecção urinária nos bebês. Entre eles: diminuição no ganho de peso, falta de apetite, distúrbios do sono, irritabilidade, choro constante, especialmente associado ao ato de urinar, aumento na frequência das micções e febre sem razão aparente. Outros sintomas importantes são alterações na cor e no cheiro da urina.

 

O desfralde pode levar ao aumento do risco de infecção urinária, pois muitas crianças nesta fase possuem dificuldade de estabelecer uma rotina para urinar e acaba segurando a urina por muito tempo, o que favorece o aparecimento do problema.

 

Nas crianças maiores fique atento se ela apresentar dificuldade ou dor no ato de urinar, aumento da frequência de urinar e urine em pequenas quantidades, precise ir com urgência ao banheiro e, em alguns casos, acabe fazendo xixi nas calças. A presença de dores no abdômen, nas costas e febre merecem atenção.

 

A principal bactéria responsável pela infecção urinária é a Escherichia coli, que vem do intestino através das fezes. A entrada e proliferação de micro-organismos pode atingir a uretra, bexiga, e até os rins. Assim um controle intestinal adequado, higiene bem feita e uso de probióticos podem ajudar na prevenção e tratamento das infecções urinárias.

 

Como prevenir a infecção urinária

 

As trocas frequentes de fraldas são essenciais para prevenir a doença. Nas meninas, a limpeza da área genital deve ser feita sempre da frente para trás, evitando a contaminação, usar sempre calcinhas de algodão e evitar a utilização de sabonetes íntimos bactericidas. Também é essencial que a criança rotineiramente vá ao banheiro pelo menos a cada três horas, em média. O acúmulo de urina na bexiga por longos períodos favorece a proliferação de bactérias.

 

Outro fator importante é ingerir bastante líquido e ter uma dieta saudável e bem equilibrada, com frutas, verduras, legumes, carnes e laticínios, o que fortalece a imunidade e melhora a prisão de ventre, evitando o acúmulo de germes.

 

O exame de urina confirma o diagnóstico de infecção urinária e a urocultura faz a identificação das bactérias. O tratamento consiste no uso de antibióticos orais e injetáveis em casos definidos.

 

Se os sintomas forem muito intensos ou se a criança apresentar infecção recorrente, é necessária uma investigação mais aprofundada para detectar a origem do problema, cerca de 30% das crianças que apresentam infecção urinária febril possuem mal formação urinária como causa da infecção. Assim devemos seguir na investigação, utilizando ultrassonografia, cintilografia renal ou uretrocistografia retrógrada e miccional para excluir a presença de mal formações que necessitariam de tratamento cirúrgico.

 

Agende sua consulta

Dr Marcelo de Oliveira Rosa

Clínica do Cálculo: (62) 4008-7800

Nefroclínica: (62) 3923-7329

Whatsapp: (62) 98296-7774

5/5 - (2 votes)

Uropediatria Goiânia

Uropediatria Goiânia

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
error: Content is protected !!
Whatsapp
Agende sua consulta com o Dr Marcelo
Agende sua consulta com o Dr Marcelo de Oliveira Rosa