DestaqueGoiâniaGoiásImprensaNotíciasUropediatra GoiâniaUropediatria Goiânia

Qual a idade a criança consegue ter o controle miccional?

Durante a fase de transição do desenvolvimento infantil, entre 18 meses a três anos de idade, é prolongado o tempo de reação entre o desejo e a micção e a continência mantida pela contração voluntária da musculatura perineal.

 

Aos três anos, a maioria das crianças adquire o controle miccional durante o dia. Porém, após a continência pode ocorrer o escape urinário por um período variável de até seis meses.

 

Ao completar quatro anos, a capacidade vesical dobra em relação ao que era aos dois anos e a criança consegue iniciar e parar a micção quando deseja. Este período caracteriza-se pela aquisição do controle voluntário do esfíncter. Aos quatro anos entre 85% a 88% das crianças já alcançaram o controle completo. O controle miccional durante à noite geralmente ocorre por volta de seis meses a um ano após a retirada de fraldas durante o dia.

 

A maioria das crianças com idades entre dois anos e dois anos e meio aprende a controlar voluntariamente a eliminação de urina e de fezes durante o dia. A retirada da fralda é um momento importante e deve iniciar apenas quando a criança e os pais estiverem preparados. O sinal que a criança está preparada é quando a criança avisa que a fralda está molhada ou suja. O processo de retirada das fraldas deve ser iniciado quando a criança tiver capacidade de: falar, andar, sentar por cinco a dez minutos, retirar suas roupas (de fácil manuseio, com elástico), compreender os termos utilizados para nomear urina e fezes como “xixi” e “cocô”, entender que existem locais apropriados, socialmente aceitos, para suas eliminações.

 

A incontinência urinária é a eliminação urinária involuntária que ocorre 2 ou mais vezes ao mês durante o dia ou noite. A incontinência urinária é chamada de enurese que pode ser diurna ou noturna. A enurese noturna afeta cerca de 30% das crianças aos 4 anos, 10% aos 7 anos, 3% aos 12 anos e 1% aos 18 anos.

 

Na enurese primária, ocorre quando a criança nunca ficou por 6 meses ou mais sem ter um evento de incontinência urinária. Na enurese secundária, a criança tem incontinência após um período de pelo menos 6 meses de controle urinário.

 

Toda queixa relativa ao controle miccional deve ser valorizada e avaliada através da anamnese e exame físico, que indicarão se investigações adicionais e/ou intervenções terapêuticas são necessárias.

 

 

Agende sua consulta

Dr Marcelo de Oliveira Rosa

Clínica do Cálculo: (62) 4008-7800

Nefroclínica: (62) 3923-7329

Whatsapp: (62) 98296-7774

5/5 - (1 vote)

Uropediatria Goiânia

Uropediatria Goiânia

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
error: Content is protected !!
Whatsapp
Agende sua consulta com o Dr Marcelo
Agende sua consulta com o Dr Marcelo de Oliveira Rosa